Devagar chegarei Aqui

terça-feira, 11 de maio de 2010

Como conviver com a incerteza?

Pensei em deletar o blog, em fazer outro, eu desisti de vir escrever aqui pois estava me deixando muito chateada, não conseguia postar, depois comecei a ler na net que isso não estava acontecendo somente comigo.

Estava me sentindo cansada, desanimada, com a vida em geral, sei que tenho muito a agradecer, mas tem uma situação em minha vida que muitas das vezes me coloca para baixo e por mais que eu tente me levantar parece que há um peso de nem sei quantas toneladas me empurrando para baixo, eu tenho um irmão que está desaparecido desde 2005 e muitas das vezes eu não sei lidar com esta situação, com a saudade que sinto, com a saudade que minha mãe sente do seu único filho homem , da saudade que minha sobrinha sente do pai.

E em muitas ocasiões (diga-se festas familiares é quando isto é mais sentido), então após as festas de final de ano eu mergulhei em um turbilhão de emoções que me consumiram, a cabeça as vezes pira ao ver minha mãe megulhada em uma dor que eu não posso tirar, e muitas das vezes isso nos tira momentos juntos e eu não entendo isto e que ela muitas das vezes esqueça que ainda tem 2 filhas, mãe, netos...

Sei que a dor e saudade que eu sinto (sou a irmã mais velha, ele o do meio e minha irmã a caçula) nem se compara ao que ela sente, pois ela o fez, o carregou por 9 meses em seu ventre, amamentou, cuidou dele por 27 anos.

Mas agora já estou conseguindo novamente respirar, me concentrar, levantar e seguir em frente, voltei a ler alguns blogs que sempre dão incentivo, em alguns diziam que se sentiam melhor ao escrever no blog, outras que engordavam ao ficar longe e eu aqui estou dando um passo novamente e vivendo um dia de cada vez. Dizem que o tempo cura tudo, sei que tudo tem o seu tempo, e que nada acontece no nosso tempo e sim no tempo de Deus e eu creio nisso e aguardo este tempo chegar com meus altos e baixos, com minha saudade, lembranças, esperança, medo...

Mas agradeço muito a Deus por ter me sustentado todas as vezes que ia a um hospital, IML, delegacia, viaduto... Por sempre esta comigo. Pela minha família, por todas as pessoas maravilhosas que eu encontrei nesta busca, todos os amigos, todos os deconhecidos que me ajudaram a passar por aqueles momentos.

Como conviver com a incerteza? Não saber se alguém que você ama está vivo, doente, passando fome, frio.
dormir e acordar pensando, o quê aconteceu? Por que aconteceu? Como aconteceu? Será que algum dia vamos saber?

5 comentários:

Paula Moulin disse...

Oiê... demorei mas vim aqui!!
Nossaa que história triste... eu amo tanto meus irmão que nem posso imaginar uma coisa dessas acontecendo com um deles!!!
Mas confie em Deus e deixe tudo nas mãos dele que ele sabe o que faz!!! Um conselho eu te dou: Não abandone o blog porque pode acreditar que ele é mais eficaz que muita terapia!!!
Beijos

Paula disse...

oi vivi bom dia obrigada por suas palvras flor.
Passei a seguir o seu blog.
o meu simulador é esse aqui http://fitness.extra.com.br/Simulador-de-Caminhada-Iron-Walking-c-Monitor-5-Funcoes-62289.html?strBusca=simulador de caminhada

Comprei pelo site mesmo.
beijos e um lindo dia

Dani disse...

Oi Vivi querida
Q barra q vc está passando, me coloquei no seu lugar de irmão(tenho um irmão tb) e me emocionei. Mas tb me coloquei no lugar da sua mãe e imagino quanta dor ela deve estar sentindo.
Não tenho muito a escrever sobre isso, pq creio q vc já deve ter ouvido muitas coisas do tipo: "Não perca a fé", "Deus está contigo", essas coisas...
Mas eu vou te falar uma coisa, não deleta o blog não, pq faz tão bem escrever aqui.
E quem sabe não é até uma ferramenta q pode ajudar vc achar seu irmão. Vc já pensou nisso?
Quem sabe o blog não te ajuda.

Gostei de te conhecer
Fique bem
Bjinhus

Sammy Leilane disse...

nossa menina, qeu coisa horrivel... eu sei qeu a dor deve ser grande, a saudade também deve ser bem grande, mas apesar de tudo, não desista de você, achoq ue ele ficaria muito chateado se visse que você não está se cuidando, não é? então, não delete o blog, pois será apenas o comesso do teu declinio, viu? força menina! uma quarta linda pra ti! bjus!!!

Eliana Pessoa disse...

Oi vim aqui dar uma espiada e encontro essa história tão triste,eu tbm acabei de perder meu irmão mais velho mas para a morte e vc que nem sabe onde está o seu!!
olhe fica triste ñ vc ainda vai encontra-lo com saúde e paz!!!
FICA BEM!
BJIM