Devagar chegarei Aqui

sábado, 31 de janeiro de 2009

2 fotos = 1 click!

Eu nunca fui vaidosa, mocinha, sempre fui moleca, até meus 23 e tantos anos eu usava cabelos curtinhos pois era mais fácil e prático, bermuda e camiseta, nada de salto, dorminhoca até dizer chega eu queria aproveitar até o último segundo na cama, então levantar mais cedo, cuidar da pele, cabelo, rosto, usar creminho hidratante, etc, nunca acontecia.

Mas sempre saia com amigos, adorava dançar, conversar com amigos, ler, ouvir música então, tuuudo na minha vida era movido a música, passiei, namorei, me diverti muito.

Então com 23 anos algumas coisas mudaram.

Eu sempre fui muito ligada ao me pai apesar dele e minha mãe terem se separado quando eu tinha 2 anos, morei com ele até quase completar 12 anos, depois (como diz minha mãe, por ciúme de ter ganhado 1 irmã, pois eu já tinha 1 irmão, mas ainda era a princesinha) decidi que era hora de experimentar a experiência de morar com a mãe.

Mas sempre estava visitando meu pai, férias, feriados a cada 15 dias os finais de semana, etc.

Em uma linda sexta-feira santa (02/04/1999) aos 43 anos, lindo e com todo o vigor meu pai teve um infarto fulminante as 4h da manhã dormindo e faleceu, eu estava na casa dele e acordei com minha vó me chamando e ao meu tio e não havia mais nada que pudessemos fazer para socorrê-lo.

Nossa meu mundo caiu e eu nunca mais consegui me encontar depois daquele dia.
Me isolei, não queria mais sair de casa, conversar com ninguém, apesar do desânimo eu só não deixei de achar bom levantar e ir trabalhar, mas de uma pessoa alegre, brincalhona, impulsiva eu me tornei retraída, chata, escondida, mal humorada, implicante, fria...

Vieram vários outros problemas, traumas, etc.

Minha mãe, irmã, vó e todos que me olhavam falavam sobre como eu estava "pegando" corpo, ficando forte, parei de ter roupas para vestir, fui ficando cansada, com muita falta de ar...

Então vieram os acontecimentos que me fizeram enxergar como eu estava realmente.

Eu sempre quis ter um sobrinho, eu já tinha uma sobrinha então veio o sobrinho tão desejado, ele nasceu grande e pesado e eu não conseguia carregâ-lo por muito tempo e nem brincar com os 2 sobrinhos sem quase morrer de falta de ar, cansaço, dor de cabeça.

Um dia ao me vestir para ir trabalhar, não consegui colocar uma calça que não ficasse muuuuito apertada, nem blusa eu tinha mais (comprar blusa sempre foi um ploblema) pois sempre tive seios grandes (porém cheguei a vestir sutiã 52).

Eu nunca gostei de posar para foto, mas em uma dessas raras exceções, aconteceu algo.
Olhei as 2 fotos que resultou em 1 click em mim.

Na 1° em novembro de 2006 foi no batizado do meu sobrinho eu estava com 87 kl.
2° foi em um aniversário de 15 anos de uma vizinha em janeiro 2007 com 83 kl.

Quando eu recebi estas fotos em fevereiro de 2007 eu não acreditei no que eu vi, eu pensava nossa aquela ali não sou eu, alteraram a foto para me sacanear, mas não aconteceu nada disso, aquela retratada ali era quem eu havia me tornado nestes anos de reclusão.

Tive que encarar aquilo tudo e avaliar o que eu estava fazendo comigo, me encarar, me conhecer, me encontrar, avaliar meu emocional, minha vida.

E isso foi o pontapé inicial para começar a modificar tudo o que eu vinha fazendo de ruim a mim.

Então comecei a ler sobre re-educação alimentar, calorias, pontos, saúde, devorar revistas, sites e os blogs de emagrecimento, acompanhar a caminhada de outros com os mesmos objetivos, fazer amizades, receber incentivos, com os fracassos e vitórias com certeza é um estímulo a mais.
Não sei quanto estou pesando hoje, pois me peso dia 01 e dia 15 a última pesagem estava com 72,600, minha balança não é digital por isso eu sempre aumento as gramas, vou rumo aos 70k, 65kl, 60kl, e vou chegar aos 57kl, quanto tempo vai demorar para isso acontecer nao sei, pois eu levei 7 anos para olhar e reconhecer o quanto eu havia mudado para pior então não tenho pressa, quero antes de tudo aprender a comer, a ter uma vida saudável com qualidade, não quero me desesperar e achar que tenho que eliminar 15, 20 kilos em 1 ano, mas vou diminuir estes números sim!

Agradeço as visitas que recebi enquanto estive ausente aqui do meu cantinho.
Eu não desisti, só não estava escrevendo aqui e nem podendo visitar os blogs incentivos doas amigas de RA.

3 comentários:

Aninha-imc22 disse...

menina, vc já conseguiu reduzir muitos kgs e certamente alcançará seus objetivos...abço

karlinha™ disse...

Importante é que está de volta.
Conte com a gente... não é fácil pra ninguém. Cada um tem a sua história de "peso"... e ninguém engordou de propósito - não conscientemente.
Vem com a gente... um dia de cada vez!
Beijos,

http://www.priemforma.com disse...

Amiga tem sorteio de um kit de maquiaguem pierre pardon no meu blog, só se inscrever no post do sorteio e BOA SORTE!!!

http://www.priemforma.com/?p=308